Search
Close this search box.

Nutricionista morre após ficar 40 dias internado; família diz que ele engoliu loló por engano no carnaval

Nutricionista morre após ficar 40 dias internado; família diz que ele engoliu loló por engano no carnaval
José Fernandes morreu após ingerir loló no carnaval — Foto: Reprodução/WhatsApp
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Segundo família, ex-atleta José Fernandes de Souza Júnior estava com amigos em Olinda quando tomou droga. ‘Ele teve parada cardíaca de 13 minutos’, diz irmã

Um nutricionista de 23 anos morreu depois de passar 40 dias internado. Segundo a família, José Fernandes de Souza Júnior foi levado para o hospital após ter engolido loló, por engano, durante o carnaval de Olinda. Feita com substâncias como clorofórmio e éter, a droga costuma ser inalada.

Ex-atleta, José Júnior morreu na quarta-feira (30), no Hospital Pelópidas Silveira, na Zona Oeste do Recife. Nesta quinta (30), familiares e amigos fizeram postagem de luto nas redes sociais.

O caso do nutricionista aconteceu no dia 18 de fevereiro, Sábado de Zé Pereira. Segundo a irmã de José Fernandes, a advogada Caroline Fernandes, o jovem saiu de manhã para encontrar amigos em um bloco. À tarde, a família foi chamada para o Hospital do Tricentenário, em Olinda, onde ele tinha sido internado.

O jovem tinha ingerido ecstasy e álcool. Por engano, também bebeu loló, que tem efeito corrosivo ao entrar em contato com a pele.

“Ele teve uma parada cardíaca de 13 minutos. Uma das médicas me disse que foi porque intubaram ele, mas, por algum motivo, ele acordou e removeu o tubo e broncoaspirou. Por causa disso, ele pegou uma bactéria, que foi tratada, mas durante todo o período internado, precisou fazer remoção da secreção”, declarou.

José Fernandes passou sete dias internado no Hospital do Tricentenário, mas foi levado ao Pelópidas Silveira, onde ficou até morrer.

“Na hora de um exame, viram que ele estava convulsionando, na UTI do Tricentenário. Disseram que ele tinha danos possivelmente irreversíveis no tórax. Ele pegou uma bactéria multirresistente. Os médicos usaram mais de 15 antibióticos, que não funcionaram. Ontem [quarta], ele teve outra parada cardíaca, mas pelo peso dele, não havia mais o que fazer”, disse.

O Hospital Pelópidas Silveira informou que a morte de José Fernandes aconteceu às 12h30 da quarta-feira. Ele era nutricionista esportivo e, segundo a família, nadava desde os 4 anos. A Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), de onde ele era ex-nadador, emitiu uma nota de pesar.

“José foi nadador com bastante destaque no cenário nacional, com mais de 200 medalhas em competições pelo Brasil. A família AABB Recife está de luto. Nossos sentimentos a todos os familiares e amigos”, disse a associação.

“Ele era muito saudável e se preocupava com a saúde. O que nos chocou é que, por que ele, como nutricionista, sabendo todos os danos que essas substâncias causam no organismo, ainda ingeriu? Se fosse qualquer outro de nós, seria mais fácil acreditar. Nunca imaginávamos. Os médicos disseram que, por causa da parada de 13 minutos, se ele sobrevivesse, seria em estado vegetativo”, declarou.

O velório e sepultamento de José Fernandes ocorrem nesta quinta (30) no Cemitério e Crematório Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife.

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

Fonte: G1

COMPARTILHE: