Search
Close this search box.

Estelionatários prometem figurinhas do álbum da Copa e roubam dados

Estelionatários prometem figurinhas do álbum da Copa e roubam dados
Imagem: Divulgação / Panini
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Circula no WhatsApp novo golpe que usa o álbum de figurinhas da Copa de 2022 como isca para conseguir os dados pessoais dos usuários e inscrevê-los em sites fraudulentos. As vítimas são atraídas pela promessa de ganhar um álbum e 400 figurinhas de graça.

A campanha falsa imita o site da editora oficial do álbum da Copa e garante o presente para aqueles que preencherem um questionário. Após responderem a várias perguntas, as vítimas são forçadas a compartilhar o link com os contatos para, só assim, receber o “brinde”.

“Os golpistas digitais aproveitam o que está em alta no momento para aplicar o crime. No momento, o ponto alto é o álbum de figurinhas da Copa. A partir do questionário, eles capturam suas informações e têm acesso aos seus dados”, explica o especialista em segurança pública e privada Jorge Lordello.

Lordello, conhecido como Dr. Segurança, aponta também para outro risco que a vítima é exposta: os vírus. “É possível que o estelionatário introduza vírus no seu computador ou celular ao clicar em um link duvidoso. Sem você perceber, a pessoa vasculha seu aparelho e pode ter acesso a, por exemplo, um aplicativo de banco.”

O especialista reforça que é necessário alerta e desconfiança para evitar cair em golpes como esse. O usuário deve duvidar, principalmente, de propostas que prometam brindes ou prêmios. “A falta de atenção atrelada ao interesse de ganhar pode fazer com que a pessoa se torne vítima de um golpe. Devemos desconfiar de mensagens enviadas por pessoas desconhecidas, principalmente propostas”, indica.

Outra dica é não clicar em links ou baixar aplicativos de estranhos, ou compartilhar dados pessoais em sites não confiáveis. “Com um simples clique, você pode abrir a porta para entrada de um vírus. Sempre que receber mensagem duvidosa, faça uma pesquisa no Google sobre o assunto — em alguns minutos, você descobre se é, ou não, golpe”, ensina.

 

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

Fonte: Metrópoles

COMPARTILHE: