Search
Close this search box.

Musk põe fim ao trabalho remoto em seu primeiro e-mail à equipe do Twitter

Musk põe fim ao trabalho remoto em seu primeiro e-mail à equipe do Twitter
Imagem: Bloomberg
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

O bilionário Elon Musk, novo proprietário do Twitter, enviou um e-mail a seus funcionários pela primeira vez para prepará-los para “tempos difíceis à frente” e proibir o trabalho remoto, a menos que este seja aprovado pessoalmente por ele.

Musk disse que “não há como adoçar a mensagem” sobre as perspectivas econômicas e como isso afetará uma empresa dependente de publicidade, como é o caso do Twitter, de acordo com o e-mail ao qual a Bloomberg News teve acesso.

As novas regras, que entram em vigor imediatamente, esperam que os funcionários estejam no escritório por pelo menos 40 horas por semana, acrescentou.

O Twitter esta sob o comando do homem mais rico do mundo há quase duas semanas, período em que ele demitiu cerca de metade de sua força de trabalho e a maior parte dos executivos da plataforma de mídia social.

O novo chefe aumentou o preço da assinatura do Twitter Blue para US$ 8 e anexou a verificação do usuário a ela. Musk disse aos funcionários no e-mail que deseja ver as assinaturas representando metade da receita do Twitter.

Antes da chegada de Musk, o Twitter havia estabelecido um acordo permanente de trabalho em qualquer lugar para seus funcionários, muitos dos quais inicialmente adotaram o sistema de home-office devido à pandemia de Covid.

Este foi um dos primeiros tópicos abordados em uma reunião geral que Musk realizou com a equipe do Twitter depois de anunciar o acordo para comprar a empresa no início do ano. Na ocasião, ele disse que é contra o trabalho remoto e só concederia exceções após analisar caso a caso, como está fazendo agora.

Ele também eliminou “os dias de descanso” dos calendários da equipe do Twitter, ou seja, um dia de folga mensal introduzido em toda a empresa durante o período de pandemia, informou a Bloomberg News este mês. A medida é mais um sinal da impaciência de Musk com a cultura de trabalho existente no Twitter.

 

 

Veja mais: Elon Musk diz que vai examinar possível situação de censura do Twitter no Brasil

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

 

Fonte: Extra

COMPARTILHE: