Search
Close this search box.

Duas pessoas de Ipatinga foram presas em invasão à Brasília, diz site

Duas pessoas de Ipatinga foram presas em invasão à Brasília, diz site
Foto: Evaristo Sa / AFP
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Duas pessoas do município de Ipatinga foram presas pela polícia federal nas manifestações antidemocráticas em Brasília. As informações são do Portal Diário do Aço, que informou que as fontes são pessoas ligadas à Polícia Penal do Vale do Aço.

De acordo com o portal, um dos detidos é do sexo masculino, que já foi liberado, assumindo estar na linha de frente do movimento. Já a mulher ainda estava presa até este momento.

Neste domingo (8), viralizou nas redes sociais um vídeo do interior de um ônibus, supostamente de Ipatinga, levando manifestantes para a capital nacional. Nas imagens, o dono do celular afirma estar saindo de Ipatinga em direção à Brasília.

Veja

A PF cumpre ordem de Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou o desmonte do acampamento em frente ao QG do Exército, na noite de domingo (8), e a prisão em flagrante dos terroristas presentes no local. De acordo com a Polícia Federal,  1,2 mil pessoas já foram detidas.

Todos prestarão depoimento sobre suas participações nos atos e serão encaminhadas para o sistema penitenciário do Distrito Federal.

No domingo, golpistas e apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) depredaram, destruíram e emporcalharam o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Canais de denúncia 

Para que mais prisões sejam efetuadas, além da contenção de focos de terrorismo, a PF criou um e-mail a fim de concentrar as informações sobre o ocorrido de domingo: [email protected].

“A PF segue investigando os atos de vandalismo com a execução de ações de polícia judiciária, realização de perícias e mobilização de policiais federais de vários Estados do país para apoio às forças de segurança no Distrito Federal”, diz a PF em nota.

 

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

 

Com informações de Metrópoles

COMPARTILHE: