Search
Close this search box.

Procon Regional intensifica a fiscalização para combater preços abusivos na venda de arroz

Procon Regional intensifica a fiscalização para combater preços abusivos na venda de arroz
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

O objetivo da fiscalização é orientar consumidores e coibir o aumento injustificado no preço do arroz por parte dos fornecedores

As chuvas que atingem o Rio Grande do Sul – responsável por 70% da produção de arroz no Brasil – geraram um receio de que poderá haver falta do grão no mercado interno. E o Procon Regional Leste de Minas já tem recebido denúncias de consumidores de que o arroz está em falta nas prateleiras dos supermercados da cidade e que alguns estabelecimentos estão limitando a venda do produto por cliente. Por isso, o Procon iniciou nesta segunda-feira (13), um reforço da fiscalização nos estabelecimentos com a finalidade de orientar os consumidores e ainda coibir o aumento injustificado no preço do arroz por parte dos fornecedores.

O Procon alerta que está havendo uma precipitação por parte dos consumidores, e solicita calma à população neste momento. “De acordo com as notícias nacionais que estamos acompanhando, não haverá falta de arroz. A própria Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul (Federarroz) garante que não haverá escassez do produto, pois a safra já colhida no estado garante o abastecimento do país. Os consumidores não precisam estocar em casa”; orienta a Coordenadora-Geral do Procon Regional Leste de Minas, Carolinne Vianna.

Além disso, Carolinne adverte que o estoque do produto por parte do consumidor com consequente esvaziamento das prateleiras nos supermercados, pode provocar um aumento nos preços do produto. “Essa demanda está causando todo esse alvoroço e, se os consumidores continuarem esvaziando as prateleiras e acabando com os estoques, provavelmente os preços subirão, seguindo a lei de mercado”.

Para denúncias, informações ou sugestões, ligue para o atendimento do O PROCON Regional: (33) 3276.7699.

Aviso do Procon-MG

O Procon-MG, órgão do Ministério Público de Minas Gerais, publicou nesta segunda (13) um aviso para orientar promotores de Justiça e Procons Municipais a agir, respeitada a autonomia de cada autoridade administrativa, em caso de aumento injustificado de preços após a tragédia no Rio Grande do Sul, em decorrência do alto volume de chuvas. O Procon-MG considera que a situação de calamidade na região sul do Brasil traz impactos em todo país e que os órgãos de defesa do consumidor devem adotar as medidas cabíveis para inibir possíveis abusos.

Para mais informações, acesso este link.

SECOM/PMGV

3279.7496

Fonte: Prefeitura Municipal de Governador Valadares

Foto destaque: SECOM

COMPARTILHE:

publicidade