Search
Close this search box.

Ludmilla perde processo após ser chamada de ‘macaca’ por Marcão do Povo

Ludmilla perde processo após ser chamada de ‘macaca’ por Marcão do Povo
Ludmilla perdeu processo contra Marcão do Povo após ser chamada de 'macaca' — Foto: Reprodução: Instagram/Ludmilla - Record/Balanço Geral DF
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Cantora informou que vai recorrer da decisão da Justiça

 

Após seis anos desde que Ludmilla decidiu entrar com um processo judicial contra o apresentador Marcão do Povo por injúria racial, a decisão foi favorável ao jornalista. No entanto, a assessoria da funkeira afirmou que a tentativa de justiça não acabará na decisão, então Lud irá recorrer.

O advogado do apresentador do programa “Primeiro Impacto” do SBT, Rannieri Lopes, confirmou a decisão do magistrado: “O juiz entendeu que não teve dolo, não teve vontade, houve apenas um comentário jornalístico, que é resguardado pela constituição e o Marcão do Povo foi absolvido deste crime. Diante disso, abre para o Marcão agora a possibilidade de reparação e danos morais em face das pessoas que o denunciaram e divulgaram”, diz a nota emitida no Instagram.

Procurada, a assessoria da famosa emitiu comunicado sobre a decisão e deixou claro que Ludmilla está incomodada com o resultado da ação: “Ontem foi mais um dia difícil na vida de quem luta contra o preconceito. Surpreendentemente, mesmo após a utilização dos termos “pobre e macaca” contra mim, o Juízo da 3ª Vara Criminal de Brasília entendeu que não houve, por parte do apresentador Marcão do Povo, a intenção de ofender (?!)”, começou a mensagem.

“Pois eu digo: ofendeu sim e meus advogados estão preparando o recurso cabível. Como pode? Eu, quieta, na minha, do nada vem um racista me atacando em rede nacional. Não podemos descansar até que seja feita justiça. Não conheço este senhor e nunca troquei uma palavra com ele para receber qualquer insulto. Entendam de uma vez por todas: mesmo quando eu estou na cadeira de vítima dão um jeito de me sentar na de vilã”, completou a nota.

Entenda

Em 2017, enquanto apresentava o programa “Balanço Geral” do Distrito Federal, Marcão do Povo falou sobre Ludmilla, após a cantora não ter tirado fotos com fãs. O apresentador usou as palavras “pobre e macaca” para se referir à funkeira e o caso tomou grande proporção, culminando na demissão do apresentador da emissora do bispo Edir Macedo.

Logo em seguida, Ludmilla e o Ministério Público abriram ação judicial alegando Injúria racial. “É uma coisa que não dá para entender. Era pobre e macaca, pobre, mas pobre mesmo. Sempre falo, eu era pobre e macaco também”, disse o apresentador na ocasião, na tentativa de minimizar a fala polêmica.

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

COMPARTILHE: