Search
Close this search box.

Justiça concede regime aberto e Suzane von Richthofen é solta após 20 anos

Justiça concede regime aberto e Suzane von Richthofen é solta após 20 anos
Namoro, ‘saidinhas’ e faculdade: relembre como foram os anos de Suzane na cadeia — Foto: André Vieira/Marie Claire
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Presa desde 2002 pelo assassinato de seus pais, Suzane von Richthofen foi solta nesta quarta-feira (11) após a Justiça conceder progressão ao regime aberto.

Segundo a SAP (Secretaria Estadual da Administração Penitenciária), a Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier de Tremembé cumpriu a decisão às 17h35 de hoje —e Suzane foi liberada.

Desde 2017, ela tentava na Justiça a progressão da pena para o regime aberto —o que conseguiu apenas agora. Suzane foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão pelo assassinato dos pais, Marísia e Manfred Von Richthofen, em outubro de 2002.

Depois de 13 anos no regime fechado, ela passou ao semiaberto em 2015 e ganhou o benefícios das “saidinhas” temporárias. Antes, a previsão para ela deixar o presídio era em 25 de fevereiro de 2038.

Relembre o caso

  • Suzane tinha 18 anos na época do crime e era estudante de direito da PUC-SP;
  • Ela abriu o portão da casa de sua família para que o então namorado e o irmão dele assassinassem seus pais;
  • O engenheiro Manfred e a psiquiatra Marísia foram mortos a pauladas enquanto dormiam;
  • Daniel Cravinhos, namorado de Suzane, foi condenado a 39 anos e seis meses de prisão. O irmão dele, Cristian, a 38 anos e seis meses de prisão.

 

 

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

 

Fonte: Uol

COMPARTILHE:

publicidade