Um novo capítulo na crise que se instaurou no PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, teve um novo capítulo escrito nesta segunda-feira (21). Após várias listas assinadas por deputados serem divulgadas, derrubando o deputado Del. Waldir da liderança do partido na Câmara Federal e colocando Eduardo Bolsonaro no lugar, o próprio deputado assumiu a derrota e deixa o cargo.

Mais cedo, o líder do partido no governo, Vitor Hugo (PSL-GO), protocolou nova lista – composta por 29 assinaturas – com o nome de Eduardo para assumir o cargo de líder do governo na Casa.

Suspensão “suspensa”

Além da troca de liderança do PSL na Câmara Federal, um outro anunciado foi a anulação da suspenção de cinco deputados do PSL, incluindo Alê Silva, que comentou o caso em uma entrevista ao Portal MaisVip. Carla Zambelli (SP), Carlos Jordy (RJ), Bibo Nunes (RS), Filipe Barros (PR) e Alê, todos da ala bolsonarista do partido, tiveram a suspensão da sigla anunciada na semana passada, como forma de retaliação pelo apoio à Eduardo Bolsonaro.

Os efeitos da rendição do deputado Del. Waldir podem ser positivos ao partido do presidente, dividido atualmente entre Bolsonaristas, fiés à Bolsonaro e Bivaristas, que seguem a linha do presidente do partido, Luciano Bivar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.