Divulgação

A violência doméstica e familiar foi abordada por diferentes segmentos na manhã desta quinta-feira (28/11) no município de Timóteo. A iniciativa é do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher em parceria com o Tribunal de Justiça, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Timóteo, com apoio da Prefeitura de Timóteo. 

A primeira ação do dia aconteceu às 7h, na Secretaria de Obras, Serviços Urbanos, Habitação e Mobilidade, onde houve palestra para aproximadamente 100 servidores sobre Álcool, Drogas e a Violência Doméstica em Decorrência destes Vícios. O psicólogo do Centro de Atenção Psico Social, William XXX falou sobre os principais danos à saúde física e emocional do homem e o ciclo de violência que envolve esposa e filhos.

AD_pracinha300x250-01
AD_Plano_Diretor_300x250-01

O gerente de saúde laboral da Prefeitura, Cristiano Nunes Freitas, citou a ocorrência de alguns casos de funcionários envolvidos com abuso de álcool e drogas, o que provoca o afastamento do profissional. “Geralmente, os homens não nos procuram para pedir ajuda. Mas a partir do momento que tomamos conhecimento do problema, encaminhamos o servidor à clínica especializada. Temos inclusive o depoimento de pessoas que foram reabilitadas”, citou Cristiano Freitas.

Educação

A segunda atividade do dia aconteceu às 8h na Escola Municipal de Timóteo, no bairro Alvorada. Alunos do 7º ano do Ensino Fundamental ouviram palestra ministrada pela Juíza de Direito Auxiliar Especial, doutora Beatriz Machado. A atividade envolveu alunos da própria e das unidades do Limoeiro e Novo Tempo, totalizando mais de 300 jovens.

“Enquanto estamos conversando, 536 mulheres brasileiras foram machucadas. As vítimas não reclamam, não denunciam, fazendo com que a violência fique cada vez mais grave”, citou a juíza. No início de sua fala, Beatriz Machado levou aos alunos uma reflexão. Ao exibir as fotos da jogadora de futebol Marta e do ídolo do futebol Pelé, lembrou que as pessoas são igualmente capazes no desenvolvimento profissional, mas com diferenças no resultado. “O futebol é um esporte para quem gosta de futebol”, pontuou. 

Roda de Conversa

A programação dos 16 Dias de Ativismo pela Eliminação da Violência Contra a Mulher e da Semana Integrada da Justiça pela Paz em Casa tem acontecido durante toda a semana. As Unidades Básicas de Saúde do município tem promovido Rodas de Conversa com os usuários e a distribuição de material impresso da campanha. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.