Todas as manifestações culturais cabem no Arraiá do Coliseu, que acontece neste sábado, 23/06, na Praça do bairro Timirm, em Timóteo. O evento vai para a sua terceira edição e celebra a tradição da festa junina, com as comidas e bebidas típicas e quadrilha. Mas também abre espaço para artistas da região, que atuam na cena independente, mostrarem seu talento na poesia, músicas (rap, hip hop, música afro-mineira) e dança.

O 3º Arraiá do Coliseu acontecerá das 16h às 0h. A entrada é franca. O evento é uma tradição dos grupos A Rua Declama, As Valentinas e Dama Espaço Cultura, que há cinco anos “ocupa” o a Praça do Coliseu, no Timirim, com eventos culturais diversos. Também participam da festa o Movimento Paguh – brechó, arte, coisas e tal e a Bangalorê, que trabalha com bijuterias e roupas étnicas, que vão expor seus produtos em uma feira independente. Apoiam o evento, a DGM Áudio Visual , Gustavo Jácome e Lizard Filmes.

A produtora cultura, Vanessa Souza, explica que a proposta do Arraiá do Coliseu é resgatar tradições, ocupar espaços públicos com iniciativas que levem entretenimento, cultura e informação para a comunidade e promovam a igualdade social. “É uma iniciativa coletiva. São vários artistas, grupos, empreendedores locais que se unem para fazer uma festa para todos, da decoração às atrações. Aqui todo mundo é bem vindo”, reforça Vanessa, que também é uma das fundadoras dos grupos A Rua Declama, Valentinas e integra o Dama Espaço Cultural.

MISTURA CULTURAL

A tradicional quadrilha será comandada pelo bailarino e coreógrafo Jorge Soares, a partir das 20h. Juntos com os seus alunos e alunas, ele fará uma apresentação. Depois, o anarriê, com direito a casamento na roça, será aberto para o público presente. “Basta vir a caráter, com roupas de festa junina, e participar. Crianças, adultos e idosos, todos podem participar da dança. Inclusive, haverá premiação para os melhores figurinos”,  antecipa Vanessa Souza.

Mas o movimento na Praça começará mais cedo. A partir das 15h, haverá feira com brechó e variedades. Quem vai abrir as atrações culturais é a NegraFya, ativista do feminismo, cultura hip-hop e uma das fundadoras do Slam das Minas de Salvador (BA). Às 18h, o palco estará aberto para apresentações de artistas locais. Na sequência, às 19h, apresentação do bloco Valentinas. Depois da quadrilha, show com Fabiano Santana, Wemerso Rodrigues e Douglas Netto com o autêntico forró pé de serra e DJ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.