O Dia dos Pais abre o calendário de datas comemorativas do comércio no 2º semestre do ano, aumentando as vendas, sobretudo, em lojas de roupas, calçados, perfumaria e eletroeletrônicas. O melhor desempenho empresarial nesta época deve-se, também, às liquidações de inverno e outras promoções que geram oportunidades de compras a preços bem mais acessíveis.

E de acordo com uma pesquisa realizada pelo Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) do Vale do Aço, 86,5% dos lojistas de Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo, vislumbram que as vendas em 2018 serão melhores ou pelo menos iguais, quando comparadas ao mesmo período do ano passado.

E para a data especial – que será celebrada neste 2º domingo de agosto –, o Sindcomércio negociou, ainda no primeiro semestre, um horário ampliado de funcionamento das lojas. Na sexta-feira (10), os empresários poderão abrir das 9h às 20h, enquanto no sábado (11), serão quatro horas a mais: das 9h às 17h. “Tempo suficiente para que os consumidores possam passear por nossas lojas e escolher, com calma, o presente que mais tem a cara do seu pai”, comenta o presidente do sindicato, José Maria Facundes.

Também segundo a pesquisa realizada pelo Sindcomércio junto a 259 empresários da região, há bons motivos para acreditar em vendas mais aquecidas neste Dia dos Pais. “Além das ações promocionais, o comerciante está muito confiante no valor afetivo da data. Os novos produtos em estoque nas lojas também são um grande atrativo”, acrescenta Facundes.

Investimentos

Questionados sobre outras ações adotadas para “bombar” o Dia dos Pais, os lojistas entrevistados pelo sindicato também revelaram investimentos em propagandas (67,4%) e na visibilidade de suas vitrines (27,5%). Nada menos que 98,8% dos empresários não tiveram dúvidas em responder que o consumidor deixará para fazer suas compras somente na semana do Dia dos Pais. “Poucos comprarão com antecedência ou mesmo vão deixar a data passar, esperando promoções. As ruas estarão cheias, de fato, nas vésperas da data”, afirma o presidente do Sindcomércio.

 Mais vendidos      

Na opinião dos empresários, roupas (61,2%) serão os produtos mais procurados neste Dia dos Pais, seguidas de calçados (14%) e smartphones (5,4%). 61% das pessoas que for às ruas comprar presentes para os pais, estarão dispostas, conforme a pesquisa, a gastar de R$ 70 a R$ 200, optando, principalmente, pelo pagamento em cartão parcelado com cartão de crédito.

A pesquisa realizada pelo Sindcomércio contou com o apoio da equipe técnica de estudos econômicos da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.