Representantes de empresas do setor metal mecânico do Vale do Aço e região se reuniram para o “Encontro de Negócios do Setor Metal Mecânico”, na última semana. O evento, que aconteceu no auditório da FIEMG em Ipatinga, teve como objetivo aproximar grandes empresas (âncoras) com fornecedores locais, com o intuito de promover oportunidades de inserção de empresas do ramo no mercado, oportunizar acesso a potenciais compradores e propor parcerias.

“Em condições normais essas empresas não teriam essa facilidade de acesso, pois teria que conseguir uma agenda com as ancoras além do custo do deslocamento. Esse tipo de ação é uma grande oportunidade de gerar negócios e diversificar a carteira de clientes das empresas” enfatizou Alessandro Lima Challub – analista do Sebrae Minas Regional Rio Doce e Vale do Aço.

O encontro é idealizado pelo Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (Procompi), em parceria com o Sebrae Minas e Sistema FIEMG, e conta com apoio do Sindicato Intermunicipal das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Vale do Aço (Sindimiva) e do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico e Eletrônico (Sime), de João Monlevade.

O Procompi consiste numa parceria entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Sebrae, com o objetivo de elevar a competitividade das empresas industriais de menor porte, por meio do estímulo à cooperação entre elas, à organização do setor e ao desenvolvimento empresarial e territorial. Fala do Sebrae Minas.

“Esse encontro nos permitiu observar que a região tem potencialidades, o que pode gerar a criação de novas parcerias. Vamos estreitar os contatos, para quando surgir oportunidades, termos mais opções de cotações com outras prestadoras de serviços”, afirma o gerente de Vendas da Saint-Gobain, Klebson Luiz da Silva.

O assistente comercial da empresa Goto ressaltou que o encontro entre grandes e pequenas empresas é oportunidade para apresentar produtos. “A expectativa é que após esse encontro possamos fazer uma aproximação comercial, mostrar nossas soluções para os clientes e, assim, fazer bons negócios”, conta Ítalo Gonçalves Rocha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.