O número de pessoas desalojadas por causa das última chuva neste final de semana já somam 293 em Fabriciano. Outras 12 pessoas estão desabrigadas após terem suas casas parcialmente destruídas.

Nesta segunda-feira, 27, foi encontrado o corpo de Fábio Damásio, 42 anos, no Rio Piracicaba, próximo ao bairro Mangueiras. Ele era procurado desde domingo. De acordo com testemunhos, o homem era portador de epilepsia e desapareceu após entrar em uma área alagada, nos fundos de sua residência.

Os dados atualizados foram divulgados nesta segunda-feira, 27, pelo Comitê de Crise, formado pela Defesa Civil, secretarias municipais, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

No município, as vítimas foram acolhidas e encaminhadas para a Escola Municipal Boa Vista, no bairro Santa Helena. O local também funciona como ponto de apoio para recebimento de donativos. Outros três pontos também recebem as vítimas das chuvas na cidade: Escola Municipal Nicanor Ataíde, no Mangueiras; Igreja do Evangelho Quadrangular, Dom Helvécio e Igreja Católica do bairro Manoel Domingos, áreas mais atingidas pela cheia do Rio Piracicaba.

As famílias estão sendo cadastradas e a Prefeitura de Fabriciano está garantindo assistência integral incluindo alimentação e transporte.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Com a estiagem, as equipes da Prefeitura e da Vina, concessionária da limpeza urbana, intensificaram as ações de limpeza, desobstrução de vias e avaliação de danos. A prioridade é atender áreas de risco, com registros de desmoronamentos e alagamentos as margens do Rio Piracicaba e seus afluentes, como o Ribeirão Caladão.

Na noite de sábado, 25, o prefeito Dr. Marcos Vinicius decretou situação de emergência. O objetivo é dar mais condições e celeridade ao poder público municipal para buscar recursos junto aos governos Estadual e Federal, alocar recursos próprio e pessoal ampliar a assistência às vítimas e recuperar áreas afetadas. “Não paramos nenhum minuto desde sábado, na tentativa de diminuir um pouco a dor das vítimas. Todo nosso efetivo está nas ruas. O pior já passou, agora está na hora de reconstruir e reparar os danos deixados pelas chuvas e tem muito serviço a ser feito”, resume o prefeito Dr. Marcos Vinicius.

SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Saúde também reforçou as equipes das Unidades de Saúde do Centro, Santa Terezinha e Amaro Lanari – que são as unidades de referência para a população que vive as margens do Ribeirão Caladão, áreas mais atingidas por alagamento. O objetivo é facilitar a troca de receituário médico, entrega de medicamentos e atendimento, uma vez que muitas pacientes perderam medicamentos de uso contínuo. Já equipe da Assistência Social está percorrendo as áreas mais afetadas para realizar o cadastro e identificar as necessidades mais imediatas das famílias das áreas atingidas.

DONATIVOS

A Prefeitura de Fabriciano agradece a solidariedade da população e continua com campanha de arrecadação de donativos para vítimas das chuvas. No momento, são necessários materiais de higiene pessoal, limpeza, água e fraldas infantis. As doações podem ser entregues na Escola Municipal Boa Vista, Rua Efrem Macedo, 259, bairro Santa Helena, próximo ao Clube Casa de Campo.

SERVIÇO

Em caso de emergência, o cidadão deve ligar para a Defesa Civil Municipal  que atende pelo 199 (plantão) e pelo telefone 3846-7702; Polícia Militar, 190 e Corpo de Bombeiros, 193.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.