O Prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Vinicius, assinou nessa quinta-feira, 21, o termo de cessão de um terreno para a construção da sede própria da Câmara Municipal, que atualmente funciona em um imóvel alugado. A área cedida possui 896,09m² (oitocentos e noventa e seis e nove metros quadrados), e se localiza no bairro Santa Helena, na Avenida Sanitária.

Os principais objetivos da doação do terreno é promover economia, visto que o poder legislativo gasta anualmente cerca de R$ 198.000,00 (cento e noventa e oito mil) com aluguéis; melhorar a localidade para o maior acesso da população e possuir um prédio que atenda às exigências de acessibilidade.  Estiveram presentes na assinatura os vereadores Ronilson Burrinho, Beto Cavaleiro, Canídia, Sargento Francisquini, Luciano Lugão, Adriano Martins, Cristiano do Cais, Nélio do Abacaxi, Relé e Dr. Sandro.

“Começamos com este projeto no mandato do Vereador Luciano Lugão e vamos continuar com o novo presidente, Adriano Martins. Nosso objetivo é entregar a nova sede ainda neste mandato, pois sabemos que é um sonho para os vereadores e que irá beneficiar toda a população com uma infraestrutura mais moderna”, explica o Prefeito, Dr. Marcos Vinicius.

Foram apresentadas pelo Executivo duas opções para a obtenção da nova sede: Doação do prédio atual do Fórum da Comarca de Coronel Fabriciano para o município em troca de uma área para  a construção de uma nova sede para o Fórum; Outra alternativa é a aquisição de um empréstimo por meio da Caixa Econômica Federal para desconto no duodécimo da Câmara, com carência de 24 meses. Os vereadores irão estudar as opções.

Para os vereadores este projeto só foi possível devido à parceria firmada entre o Poder Executivo e o Legislativo. “Temos um só foco e agradecemos ao prefeito, que esteve conosco desde o início do projeto, pela sensibilidade e o interesse em não só nos ajudar na questão do terreno, mas sim em pensar meios financeiros para a execução”, afirma o Presidente da Câmara, Adriano Martins.

PROJETO DE LEI

Durante a reunião também foi encaminhado ao legislativo um projeto de lei que eleva em 28% o percentual de crédito adicional de suplementação. O objetivo é atualizar a lei orçamentária de acordo com o entendimento anual de contas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.