Mesmo após tantos anos, a mamoplastia de aumento ainda é alvo de muitos estudos e inovações por parte dos cirurgiões plásticos especializados no procedimento. Cada vez mais surgem novas técnicas e tendências que visam gerar mais conforto e melhores resultados para as pacientes, e é justamente esse o objetivo da técnica Dual Plane.

Criada por John Tebbetts, importante cirurgião plástico norte-americano, a técnica consiste na implantação das próteses de silicone parcialmente abaixo da glândula mamária, respeitando principalmente a cobertura de todos os tecidos da região mamária.

Isso garante um resultado estético mais natural e com menos riscos de contratura capsular na paciente, o que obviamente, são dois objetivos gerais — e principais — de qualquer mamoplastia.

Abaixo, falaremos mais sobre a técnica informando suas principais indicações e benefícios. Pronta para saber mais a respeito? Continue sua leitura até o final!

Saiba que nem todas as mulheres podem optar pela técnica Dual Plane

Antes de prosseguirmos é importante entender que não são todas as mulheres que podem optar pela técnica Dual Plane. Para muitos casos ela pode apresentar mais desvantagens do que benefícios, especialmente quando falamos do período pós-operatório.

Sendo assim, é imprescindível entender que a não recomendação deste procedimento pelo seu cirurgião não se trata simplesmente de uma falta de conhecimento ou até mesmo de uma metodologia antiquada, e sim de uma análise do seu biótipo.

Na maioria dos casos a metodologia de plano duplo é indicada para mulheres mais magras, que apresentam pouco excesso de pele na região das mamas. Esses requisitos são praticamente universais e exceções a esse padrão corporal naturalmente necessitarão de outras técnicas.

Isso acontece por conta da segurança e principalmente viabilidade do procedimento, que deve ser realizado por profissionais altamente capacitados e experientes.

Portanto, acima de tudo, respeite a indicação do médico e evite simplesmente escolher seu cirurgião de acordo com técnica — praticamente todas as metodologias apresentam excelentes resultados se forme bem indicadas, planejadas e realizadas.

Como a técnica de plano duplo é realizada?

Quando o assunto é mamoplastia, existem praticamente duas principais formas de implante das próteses de silicone.

A primeira consiste no implante subglandular, isto é, abaixo da glândula mamária, região do corpo feminino que se encontra acima do músculo do peitoral — esta é a técnica mais comum e mais indicada para a maioria das mulheres.

A segunda é realizada de maneira submuscular, ou seja, com a implantação da prótese na região abaixo do músculo do peitoral maior. Esta é uma técnica mais restrita e também indicada para mulheres mais magras e que apresentam menor volume das glândulas mamares.

O problema com esta segunda técnica é que as próteses ficam sujeitas as variações da musculatura do peitoral, que é amplamente utilizada nos movimentos do cotidiano. O resultado é a possível movimentação dos implantes de silicone, o que além de desagradável, pode ser esteticamente comprometedor a curto e longo prazo (dependendo da paciente e até mesmo do cirurgião).

A técnica dual plane criada por John Tebbets surgiu como um método intermediário entre esses dois planos (que é de onde inclusive o nome da metodologia apareceu), fazendo com que os implantes sejam colocados em um ponto de fixação específico e criado cirurgicamente na musculatura do peitoral, onde a parte inferior da prótese de silicone seja coberta por este músculo e a parte superior seja coberta pela glândula mamária.

Isso faz com que os implantes fiquem com uma estética mais natural, além de trazer menos problemas e desvantagens que a metodologia unicamente submuscular apresentava para algumas mulheres.

Vale ressaltar que uma “prótese de silicone Dual Plane” não existe do ponto de vista puramente técnico, apesar de existirem sim alguns produtos mais voltados e indicados para a metodologia de plano duplo, os fabricantes das próteses normalmente não apresentam itens totalmente dedicados para este tipo de cirurgia.

Alguns dos principais benefícios desta metodologia

O principal benefício da metodologia dual plane é a sua recuperação relativamente mais rápida e mais confortável que na técnica puramente submuscular, que normalmente é (ou era) a mais utilizada para as mulheres que se enquadram na Dual Plane.

Fora isso, como mencionamos algumas vezes, o resultado estético é mais bonito e natural, fazendo com que a satisfação da cliente aumente consideravelmente após a cirurgia.

Entretanto, deve ser também repetido que não são todas as mulheres que possuem indicação para este procedimento, portanto, as outras técnicas não devem ser descredenciadas, principalmente porque esta metodologia não é universal e não necessariamente é superior as outras apresentadas.

Com relação a outro aspecto positivo, saiba que a troca das próteses também pode demorar por mais tempo, assim como existirão menores chances de rompimento dos implantes de silicone e menores probabilidades para contratura capsular.

Falando especificamente dos pontos negativos, saiba que após a realização desta cirurgia de aumento de mama (Dual Plane), não será possível colocar as novas próteses de outra forma — o indicado é permanecer com a metodologia que foi aplicada inicialmente para evitar riscos e outros problemas com a saúde.

O pós-operatório é semelhante ao das outras cirurgias e a princípio não existem indicações únicas para as mulheres que realizarem a mamoplastia com a metodologia de plano duplo, a não ser que existam complicações que sempre devem ser estudadas individualmente.

Analgésicos, anti-inflamatórios, malha de compressão, repouso e diminuição dos movimentos dos braços fazem parte das recomendações médicas. O ideal é que a paciente respeite todas essas indicações para evitar complicações, dores, sangramentos e demais efeitos colaterais.

Seguindo todos os conselhos do seu cirurgião plástico certamente sua recuperação será bem tranquila e livre de quaisquer problemas.

Gostou do nosso post de hoje sobre a mamoplastia com técnica Dual Plane? Comente abaixo sua opinião e não deixe de falar todas suas dúvidas abaixo. Estamos prontos e ansiosos para saber o que você pensa sobre esta metodologia que revolucionou a maneira com que as próteses de silicone são implantadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.