A Lagoa do Bispo, no PERD é um dos principais atrativos dos parques mineiros atualmente (Foto: Marcelo Luciano/Divulgação Setur/MG)

A vice-presidente do Circuito Mata Atlântica de Minas (CTMAM), Aparecida Sampaio (Cidinha), representou a entidade esta semana em Belo Horizonte durante a reunião do projeto Projeto de Fomento ao Turismo nos Parques. O encontro é parte de uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur/MG), o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), visando estimular e incrementar o fluxo de visitantes nas unidades de conservação baseadas no Estado – entre elas o Parque Estadual do Rio Doce (PERD), em Marliéria, Dionísio e Timóteo – e seus entornos, por meio de melhorias na estrutura, além da promoção e comercialização dos produtos e serviços oferecidos.

O secretário Gustavo Arrais espera que projetos como esse provoque o aumento do fluxo de turistas nos parques de Minas (Foto: Marcelo Luciano (2015) Divulgação Setur/MG

A reunião ainda serviu para os objetivos e expectativas das instituições e das regiões mineiras de fomento do turismo nos parques fossem corretamente delineados. “Nosso foco é o aumento de visitantes e a melhoria das avaliações dos parques e, consequentemente, o aumento do fluxo turístico no estado”, ressaltou o secretário de Estado Adjunto de Turismo, Gustavo Arrais.

Durante o encontro, os resultados das ações do projeto realizadas em 2017 foram apresentados aos participantes que, na sequência, fizeram uma avaliação das atividades. Ao final, o planejamento para este ano também foi apresentado e validado por todos. Cidinha ressaltou que, reuniões como essa, são de extrema importância para afinar os objetivos.  “Tudo que foi apresentado está bem alinhado com as ações que a Setur, o iEF e o ICMBio têm implementado, visando atrair cada vez mais turistas para os nossos parques. Embora ainda tenhamos grandes dificuldades a serem vencidas, é importante que toda a cadeira turística esteja integrada e aja de forma participativa para vencer os problemas que ainda existem, tornandoa essa atividade cada vez mais rentável”, analisou.

O projeto de fomento ao turismo nos parques é uma ação prioritária do Governo de Minas, que integra o Pacto pelo Cidadão. Participam do projeto 17 unidades de conservação estaduais e nacionais administradas pelo IEF e ICMBIo. O projeto possui cinco eixos prioritários de atuação: infraestrutura, sensibilização/qualificação, informação/pesquisa, comercialização e promoção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite o seu comentário!
Digite o seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.