Search
Close this search box.

Papa Francisco se desculpa após fala homofóbica no Vaticano

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

O Papa usou termo semelhante à “bichice” em português

Nesta terça-feira (28), o Vaticano emitiu um comunicado pedindo desculpas pela fala homofóbica proferida pela Papa Francisco durante uma conversa fechada entre bispos. Naquela ocasião, o religioso utiliza de termos depreciativos em relação a comunidade LGBTQIAPN+.

A fala aconteceu durante o encontro da Conferência Episcopal Italiana (CEI). Nesse sentido, o argentino afirmou que os seminários já estão lotados de “frociaggine”. Esta expressão pode ser traduzida para “viadagem” ou “bichice”.

De acordo com o comunicado, Francisco não teve a intenção de utilizar linguagem homofóbica e pede desculpas aos ofendidos.

“O papa Francisco está ciente dos artigos publicados recentemente sobre uma conversa, a portas fechadas, com os bispos da CEI. […] Como afirmou em diversas ocasiões, ‘na Igreja há lugar para todos, para todos! Ninguém é inútil, ninguém é supérfluo, há lugar para todos. Tal como somos, todos nós’”, diz o comunicado.

Boatos que circulam ainda reafirmam que, nos bastidores da conversa, o Papa teria dito que homens gays não deveriam receber autorização para se tornarem padres.

Foto destaque: Reprodução/REMO CASILLI

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

COMPARTILHE:

publicidade