Search
Close this search box.

Governo libera bilhões para importação de arroz

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

O Governo Federal liberou R$ 6,7 bilhões para compra pública de arroz no exterior

Na última sexta-feira (24), o Governo Federal publicou duas medidas provisórias que autorizam a compra pública de arroz do exterior. Dessa forma, o órgão liberou mais de R$ 6,7 bilhões para que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) conseguisse adquirir quase 900 mil toneladas de arroz.

Nesse sentido, estes R$ 6,7 bilhões somam-se aos outros R$ 516 milhões já liberados para a aquisição de 104 mil toneladas do grão. O Governo marcou um leilão para o dia 21 de maio mas foi desmarcado após o Mercosul aumentar em 30% o preço do arroz. O leilão segue sem uma nova data.

Assim, os países do bloco sul-americano (Uruguai, Paraguai e Argentina), receberiam preferência no leilão. Uma vez que eles são os maiores fornecedores de arroz no exterior para o Brasil. Além disso, como o bloco econômico é uma zona livre, eles não pagam impostos para venderem no Brasil.

Porém, com o aumento dos preços, o Governo Federal resolveu zerar o imposto de importação para países fora do Mercosul.

De acordo com a Conab, o arroz importado terá como preço no mercado de R$ 4 o quilo. Direcionando, assim, para a venda em mercados de bairro, super e hipermercados e atacarejos. “Esses estabelecimentos comerciais deverão vender o arroz exclusivamente para o consumidor final”, disse a estatal, em nota.

Dessa forma, a Conab tem a permissão de importar até um milhão de toneladas de arroz.

Foto destaque: Reprodução/Celso Tavares

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

COMPARTILHE: