Search
Close this search box.

Ovni: Estados Unidos abatem 4° objeto voador em uma semana

Ovni: Estados Unidos abatem 4° objeto voador em uma semana
Caça da Força Aérea dos EUA durante exercício militar Imagem: George Frey
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

‘O objeto foi abatido por pilotos da Força Aérea dos Estados Unidos e da Guarda Nacional’, tuitou a deputada Elissa Slotkin, de Michigan

 

O exército dos Estados Unidos derrubou neste domingo outro objeto voador não identificado, desta vez sobre o Lago Huron, na altura do estado do Michigan, nas proximidades da fronteira com o Canadá. Este é o terceiro ovni abatido no país desde sexta-feira (10), e o quarto neste mês.

A informação foi divulgada pelos deputados Jack Bergamn e Elissa Slotkin, do Michigan. Ambos informaram, por meio do Twitter, que o Departamento de Defesa americano confirmou a medida. Horas antes, o país havia fechado temporariamente o espaço aéreo sobre o Lago Michigan, no norte do país, por motivos de “defesa nacional”.

A medida foi tomada neste domingo por um curto período de tempo, e o anúncio da liberação foi feito pela Autoridade de Aviação Civil americana. As “restrições temporárias de voo” sobre um dos grandes lagos nas proximidades da fronteira entre os EUA e o Canadá foi ordenado por uma “anomalia de radar”.

Ontem e na sexta-feira (10), ovnis foram derrubados entre os EUA e o Canadá. Os governos consideraram os objetos uma ameaça. Segundo o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, John Kirby, o objeto abatido na sexta tinha o tamanho aproximado de um “carro pequeno” e voava a cerca de 12 mil metros.

Hoje, autoridades de segurança dos Estados Unidos disseram acreditar que os objetos voadores derrubados por caças norte-americanos eram balões.

O líder da maioria no Senado, senador Chuck Schumer, disse em entrevista à ABC neste domingo (12) que os ovnis derrubados na sexta-feira e no sábado eram muito menores do que o balão espião chinês, derrubado no dia 4 de fevereiro.

A reiteração dos casos obrigou integrantes do governo Biden a negar que haja qualquer evidência envolvendo atividade extraterrestre, segundo informou hoje o site do The New York Times. Mas as autoridades também reconhecem em particular o crescimento desse tipo de especulação em meio à incapacidade de explicar a proveniência dos objetos.

Balão chinês

Os Estados Unidos reportaram que o objeto estava “inequivocamente”, equipado com dispositivos para coletar dados de Inteligência. Pequim, por outro lado, diz que se tratava de um balão “civil utilizado para fins de pesquisa, principalmente meteorológicas”.

4.fev.2023 – Balão chinês é abatido por míssil norte-americano após vários dias no espaço aéreo dos EUA . Imagem: reprodução

Um caça americano derrubou o objeto sobre o Atlântico no dia 4. O dispositivo chegou a atravessar grande parte dos EUA, incluindo áreas onde o país armazena mísseis nucleares em silos subterrâneos e bases de bombardeiros estratégicos.

Depois disso, os EUA acrescentaram ontem seis empresas chinesas à sua lista de restrições. Estes grupos ficarão proibidos de ter acesso a tecnologias e bens americanos sem autorização.

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

Fonte: Uol

COMPARTILHE:

publicidade