Search
Close this search box.

Estudante confessa desvio de quase R$ 1 milhão: ela pagou aluguel de casa, carro e comprou eletrônicos

Alicia Dudy Muller, de 25 anos, confessou à polícia que deu golpe de quase R$ 1 milhão em fundo de formatura de alunos da USP.
Alicia Dudy Muller, de 25 anos, confessou à polícia que deu golpe de quase R$ 1 milhão em fundo de formatura de alunos da USP. Imagem: Poliedro / Reprodução
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

A estudante Alicia Dudy Muller, de 25 anos, que cursa medicina na Universidade de São Paulo (USP), confessou à polícia ter desviado R$ 920 mil do fundo de formatura dos colegas.

Ela alegou que os recursos não estavam sendo “bem administrados” pela empresa contratada e e fez aplicações, mas perdeu os valores com “investimentos ruins”. Porém, segundo a investigação, ela usou o montante para custear despesas pessoais, como aluguel de apartamento, de carro e para a compra de eletrônicos.

A jovem disse, ainda, que ficou desesperada e, na tentativa de recuperar o dinheiro, usou a parte restante para fazer jogos em uma casa lotérica.

Segundo a delegada Zuleika Gonzalez Araujo, titular do 16º Distrito Policial, Alicia informou que tem renda mensal de cerca de R$ 4,5 mil. Ela confessou que mentiu para os colegas ao dizer que o dinheiro da formatura tinha sido aplicado em um fundo e que eles teriam sido vítimas de um golpe. Na verdade, foi ela mesma quem desviou os recursos.

“Foram feitas diversas movimentações bancárias. Ela conseguiu a transferência da empresa responsável pela formatura para a conta dela”, confirmou a delegada.

Faculdade de Medicina da USP — Foto: Divulgação/FMUSP

A investigadora explicou que o contrato firmado com a empresa contratada para a formatura permitia a retirada de recursos por parte dos membros da comissão de alunos, da qual Alicia fazia parte. Assim, a companhia não tem responsabilidades no desvio.

“O contrato autorizava eles a fazerem essas transferências para os membros da formatura, para qualquer um dos representantes da comissão”, disse Zuleika.

A delegada destacou que Alicia será indiciada por apropriação indébita, crime cuja pena é de até quatro anos de prisão. Porém, por enquanto, vai responder em liberdade.

Auxílio emergencial

A estudante recebeu de R$ 3 mil do Auxílio Emergencial do governo federal em 2020. Conforme o site “G1″, com base no Portal da Transparência, os pagamentos foram feitos entre junho e novembro daquele ano, em cinco parcelas de R$ 600. Os valores não foram devolvidos à União.

Quem é Alicia?

Alicia cursa o sexto ano de Medicina e faz residência médica no laboratório de Emergências Clínicas do Hospital das Clínicas.

Moradora da Vila Mariana, na Zona Sul de São Paulo, Alicia nasceu em Itararé, no interior. Segundo a plataforma Currículo Lattes, ela fez o Ensino Médio na Escola Técnica Estadual Getúlio Vargas em 2014.

“É difícil descrever como é ter um sonho realizado porque são anos batalhando. Mas agora é uma sensação de compensação. É todo o tempo que você gasta fazendo simulado, estudando pós-aula. Parece que aquilo não foi nada comparado àquele dia que você vê o seu nome na lista”, afirmou em vídeo gravado há quatro anos para o Instituição Poliedro, onde fez cursinho.

 

Fonte: MetroWorldNews e G1

COMPARTILHE:

publicidade