Search
Close this search box.

Bebida adulterada mata 31 pessoas na Índia

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

A bebida alcóolica causou a internação de mais de 60 pessoas no sul do país

Nesta quinta-feira (20), as autoridades indianas divulgaram que, pelo menos, 31 pessoas morreram e outras 60 pessoas precisaram de atendimento após o consumo de bebida. O caso aconteceu no sul do país e a polícia já prendeu os suspeitos de adulterarem a bebida alcóolica.

De acordo com a imprensa da Índia, aproximadamente 100 pessoas passaram mal. Os últimos números indicavam que mais de 60 pessoas continuavam internadas em hospitais do estado de Tamil Nadu. Além disso, sabe-se que número de pacientes em estado grave aumentou nas últimas horas.

Em uma rede social, o ministro-chefe de Tamil Nadu, M. K. Stalin, afirmou que o estado já prendeu os suspeitos, incluindo o vendedor da bebida. Dessa forma, as autoridades também apreenderam 200 litros da bebida misturada com metanol

“Esses crimes que arruínam a sociedade serão reprimidos com mão de ferro”, afirmou.

Assim, os funcionários públicos que não conseguiram impedir o incidente também serão punidos. Outros 10 já receberam suas suspensões.

Histórico com bebida ilegal

Nesse sentido, mortes por consumo de bebidas adulteradas são comuns na Índia. Uma vez que muitos desses produtos contam com substância químicas impróprias em sua formação, como pesticidas.

Além disso, o mercado ilegal de bebidas tornou-se lucrativo para contrabandistas, que não pagam imposto. Outras substâncias são misturadas nessas bebidas para aumentar a potência, o que faz com que ela seja mais barata. Por isso, as classes mais pobres são as maiores vítimas desse tipo de crime.

Foto destaque: Reprodução/Ajit Solanki

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

COMPARTILHE: