Search
Close this search box.

Vira-lata protege tutor preso e impede que agentes cheguem perto da viatura; saiba o que aconteceu

Vira-lata protege tutor preso e impede que agentes cheguem perto da viatura; saiba o que aconteceu
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Uma equipe do 1º Batalhão da Polícia Militar fez uma abordagem inusitada na região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG), na última semana. Isso por que, durante a operação, uma vira-lata caramelo tentou impedir que os agentes se aproximassem da viatura após o tutor dela receber voz de prisão.

Segundo a PM, o homem foi preso em 6 de outubro após roubar a televisão de um restaurante da região. O vídeo gravado por uma das policiais que atuou na ocorrência mostra a cadelinha deitada “grudada” no carro. O animal fica visivelmente nervoso quando a agente tenta se aproximar para abrir a porta do veículo.

“Além de cúmplice do furto, agora ela está vigiando a viatura. O autor tá preso e agora não posso chegar perto da minha própria viatura. A meliante tá nervosa ainda, olha. Vamo, caramela!”, brinca a policial enquanto a vira-lata caramelo late e rosna contra ela.

A cadela só fica calma quando colocada na viatura, junto do tutor. “Agora cê tá de boa, né Mel? Abaixando a cabeça para não aparecer”, continua a policial. A cena chamou a atenção das redes sociais e já soma centenas de visualizações.

Veja o vídeo

O que aconteceu com a Mel?

De acordo com o site BHAZ, a cadela foi adotada pelo barbeiro Fabrício Simas, de 36 anos, dono de um estabelecimento em Belo Horizonte.

“Eu estava atendendo um cliente e ela subiu em cima de mim, abanou o rabo e parece que sorriu. Então decidi adotar, falei com minha esposa e levei pra casa”, conta o profissional ao portal.

Veja imagens da cadela com seu novo tutor

Fabrício explica que Mel chegou na porta da empresa dele por volta das 12h de sexta-feira (7). Ela tinha um semblante bem triste, apesar de usar uma coleira e aparentar estar bem cuidada.

“Na mesma hora, a amarrei no portão da empresa e coloquei água e comida. Ela estava muito medrosa. Na medida do possível, quando dava uma respirada no trabalho, ia passar a mão nela”, recorda.

Fabrício achou que o animal havia fugido de casa devido ao comportamento dócil e obediente que demonstrou.

Em dado momento, Mel começou a latir e a olhar para dentro do estabelecimento, então ele deixou que ela entrasse. Aos poucos, ganhou a confiança dela. “Ela estava esperando por mim”.

O novo dono não tinha conhecimento do vídeo

O barbeiro não sabia de toda a repercussão envolvendo o suspeito de furto. A descoberta veio somente no fim de semana, quando um amigo o informou sobre a situação.

“No sábado e no domingo, meu telefone começou a pipocar. No mesmo dia em que a levei para casa, minha esposa publicou nas redes sociais que tinha uma nova integrante na família. Um amigo meu me disse, brincando: ‘Você tá levando uma delinquente para casa”, se diverte.

A vira-lata levou alguns dias para se adaptar, mas o casal fez questão de garantir todos os cuidados essenciais. Mel – que chegou a ser “batizada” como Francisca pelo novo dono antes de ele tomar ciência do vídeo – foi levada ao veterinário e passou por um check-up.

 

 

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

COMPARTILHE:

publicidade