Search
Close this search box.

Superlotação, falta d’água e forte calor: Torcedores sofrem para acompanhar jogo entre Ipatinga e Atlético no Ipatingão

Foto: Reprodução / Twitter
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Torcedores do Atlético precisaram de atendimento médico de urgência durante o jogo com o Ipatinga, na noite deste sábado (4), no estádio Ipatingão, pela terceira rodada do Campeonato Mineiro.

Por causa do forte calor, que chegou a 34 graus na cidade durante o dia, e o grande número de torcedores no setor destinado aos atleticanos na arquibancada, houve quem sentisse mal-estar pela alta temperatura.

De acordo com repórteres da Itatiaia, veículo de comunicação de BH, houve relatos de que também faltou água potável no estádio a partir do intervalo da partida. O que agravou a situação de alguns torcedores.

De acordo com informações, um homem de 56 anos e duas jovens, uma de 20 e outra de 21, precisaram de atendimento.

Ainda de acordo com apuração da reportagem, a mulher de 21 anos, por causa de uma crise asmática, precisou receber oxigênio e soro. Ela foi levada por uma Unidade de Pronto Atendimento na cidade de Ipatinga.

Torcedora passa mal durante jogo entre Ipatinga e Atlético-MG, no Ipatingão — Foto: Reprodução/ Premiere

Durante a partida, a Polícia Militar reajustou a divisão entre as torcidas e liberou um espaço maior para a torcida visitante. De acordo com informações divulgadas na rádio, havia pouco mais de 19 mil pessoas no estádio.

Além da superlotação e a falta d’água, o público também relatou a falta de estrutura nos banheiros e a falta de iluminação em alguns setores do Ipatingão.

No twitter, os atleticanos publicaram vídeos e textos relatando os problemas no estádio.

Veja

Prefeitura Municipal se posiciona

O prefeito de Ipatinga, Gustavo Morais Nunes (PL), lamentou os ocorridos na partida entre o Tigre de Aço e o Atlético.

“A responsabilidade do certame é do Ipatinga FC, com a coordenação da FMF, não tendo participação direta da prefeitura, que apesar disso, procurou contribuir para maior assistência ao público nos limites de sua competência e prerrogativas. Vale ressaltar que a venda e troca de ingressos foi de responsabilidade do Ipatinga”, afirmou o prefeito.

Nunes ainda afirmou que foram disponibilizadas seis entradas de acesso ao Ipatingão, com abertura três horas antes do jogo “para que não houvesse grandes transtornos”. Reforçou também que a Polícia Militar “deu grande apoio para que o evento aconteça da melhor forma possível”.

“Para ajudar na organização, nossas equipes de trânsito foram disponibilizadas para suporte nas proximidades e dependências do estádio. Além disso, os agentes estiveram também na área externa, fazendo a fiscalização e direcionamento dos veículos e ambulantes, e os vigilantes patrimoniais na parte interna”, concluiu.

Ipatinga FC solta nota oficial

Na manhã desta segunda-feira (6), o Ipatinga Futebol Clube se posicionou. Em nota divulgada pelo perfil oficial no Instagram, o clube lamentou os fatos ocorridos e assumiu a responsabilidade da organização da partida.

Leia a nota na íntegra

“O Ipatinga Futebol Clube vem a público se manifestar a respeito das reclamações sobre a partida do último sábado entre Ipatinga x Atlético.

O Tigre informa que é único responsável pela organização do evento e que a prefeitura municipal não tem qualquer responsabilidade sobre o ocorrido.

Pedimos desculpa pela nossa falha e garantimos que os mesmos erros não ocorrerão daqui para frente.”

 

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

Com informações de Itatiaia

COMPARTILHE:

publicidade