Search
Close this search box.

SAÚDE MENTAL NA ADOLESCÊNCIA

Psicóloga Larissa Souza - Foto: Fernanda Nunes
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Adolescência: uma fase de descobertas, de questionamentos e mudanças – físicas, emocionais e comportamentais. Assim como na infância, cuidar da saúde mental na adolescência também é fundamental para o bem-estar e qualidade de vida das pessoas, tanto nesta fase quanto nas próximas etapas do desenvolvimento.

A adolescência é um período que molda as pessoas para a vida adulta. Grande parte dos transtornos emocionais surgem durante essa fase da vida. Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), “em todo o mundo, estima-se que 10% a 20% dos adolescentes vivenciem problemas de saúde mental, mas permanecem diagnosticados e tratados de forma inadequada.”

Alterações de humor, mudanças repentinas no comportamento, isolamento social, queda no desempenho escolar e a adoção de comportamentos de risco (como uso de álcool e outras drogas, autolesão e risco sexual) são alguns sinais de alerta para um possível adoecimento emocional. Segundo a UNICEF, o relatório Situação Mundial da Infância 2021 estima que, no Brasil, quase um em cada seis meninas e meninos entre 10 e 19 anos de idade viva com algum transtorno mental, sendo esta parcela da população considerada a mais exposta ao risco de automutilações, depressão e suicídio.

Para que os adolescentes possam desfrutar de uma boa saúde emocional, é necessária a colaboração de todos: família, escola e sociedade em geral. Promover um ambiente acolhedor, desenvolver a escuta, validar suas emoções, evitar julgamentos e fortalecer os vínculos é fundamental. Além disso, é crucial falar sobre saúde mental, romper os estigmas que rodeiam este tema e desenvolver habilidades emocionais. Tudo isso contribui de forma significativa para que possamos proporcionar mais qualidade de vida aos adolescentes. Além disso, ao serem percebidos os sinais de alerta para o adoecimento emocional, é imprescindível buscar a ajuda de um profissional qualificado.

Adolescentes mais saudáveis emocionalmente terão um desenvolvimento melhor em todos os aspectos da vida. Assim, poderão passar por essa fase da melhor maneira possível, adentrando de forma mais saudável na vida adulta e construindo um futuro melhor.

 

 

Por:

Larissa Souza e Silva

Psicóloga – CRP 04/53514

Pós-Graduada em Saúde Mental, Psicopatologia e Atenção Psicossocial

@larissasouzapsi

psicologa.larissasouza@gmail.com

COMPARTILHE:

publicidade