Search
Close this search box.

“Médico das Estrelas” comete erro e deixa paciente necrosada

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

O “médico das estrelas”, Willian Pires já recebeu uma condenação de dois anos de prisão e 10 dias-multa

Em setembro de 2020, a empresária Sayara Karyta de Sousa Rego, 29 anos, passou por um procedimento de lipoaspiração com o “médico das estrelas”, Willian Pires. No entanto, o resultado do procedimento foi contrário ao que a empresária imaginava.

Após a realização da Lipoaspiração de Alta Definição, na barriga e nas costas, ela sofreu necrose e queloides. Assim, processou o cirurgião plástico.

Na época, a empresária buscou o médico para a remoção de gordura localizada nas costas e na barriga, que a incomodavam. Durante a consulta pré-operatória, o médico afirmou que conseguiria definir melhor os músculos da paciente.

De acordo com ele, os cortes seriam pequenos, de cerca de um centímetro, e o resultado final poderia aparecer após algumas semanas, por conta de possíveis edemas e inchaço.

Dessa forma, a empresária desembolsou cerca de R$ 15 mil e passou pelo procedimento com Wilian Pires, em Goiânia. No entanto, já nos primeiros dias após a cirurgia, Sayara estranhou as feridas que surgiram pelo corpo, e suspeitou que não eram hematomas comuns de uma lipoaspiração.

Ao procurar o médico, ele teria afirmado à paciente que, apesar de raras, realmente poderiam ocorrer complicações pós-cirurgia, como necrose e queimaduras, mas que nenhuma paciente que ele havia operado até aquele momento havia apresentado lesões semelhantes às da brasiliense.

O erro do “médico das estrelas”

Insegura com essa complicações, a empresária buscou a opinião de outro cirurgião, que afirmou que aconteceu um erro médico em seu procedimento.

Nesse sentido, o profissional atestou que as lesões apresentavam afundamento característico de “lipo muito superficial”.

De acordo com o cirurgião, a “necrose pode ter sido ocasionada por infiltração de solução com vasopressor muito concentrada ou muito superficial, ou, lipoaspiração muito superficial”, indicando, assim, a existência de erro médico.

Foto destaque: Reprodução/

Para mais notícias clique aqui e também nos siga nas redes sociais @maisvipoficial

COMPARTILHE: