Search
Close this search box.

Homem grita ‘Morte ao Xandão’ e põe fogo no próprio corpo, em Brasília

Homem grita 'Morte ao Xandão' e põe fogo no próprio corpo, em Brasília
Foto: Carlos Moura / STF
WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram

Natural de Botucatu (SP), ele está internado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). O estado de saúde dele não foi divulgado

Um homem de 58 anos pôs fogo no próprio corpo em protesto contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, segundo depoimento de testemunhas. O episódio ocorreu terça-feira (31), no canteiro central da Esplanada dos Ministérios, mas só foi tornado público na noite de quarta (1º).

Natural de Botucatu (SP), ele está internado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). O estado de saúde dele não foi divulgado.

Antes de atear fogo no próprio corpo, o homem gritou “Morte ao Xandão!”, se referindo a Alexandre de Moraes, conforme consta no documento de acionamento da Polícia Militar do DF (PMDF) e foi relatado por pessoas que passavam pelo local conseguiram apagar o fogo e chamaram o Corpo de Bombeiros.

Com o homem, estavam vários papéis com fotos de personalidades históricas, como Johann Georg Elser, conhecido por ter tentado matar o ditador nazista Adolf Hitler; o ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela; e Claus von Stauffenberg, conhecido por comandar a operação Valquíria, que também tentou assassinar Hitler.

Nos papéis com as fotos, em preto e branco, havia ainda a frase “Perdeu, Mané”, dita pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso ao ser abordado em Nova York (EUA) por um outro manifestante bolsonarista, após a eleição de outubro.

 

 

Para mais notícias clique aqui. Nos siga nas redes sociais! @maisvipoficial

Fonte: O Tempo

COMPARTILHE: